Tag Archives: drama

Sessão Pipoca: Sucker Punch – Mundo Surreal

22 Ago

Elenco: Evan Wood, Jena Malone, Jamie Chung, Abbie Cornish, Emily Browning, Carla Gugino, Vanessa Hudgens

Direção: Zack Snyder

Gênero: Drama/Suspense

Duração: 120 min.

Distribuidora: Warner Bros.

Sinopse: Feche os olhos. Abra sua mente. Você não estará preparado. Sucker Punch – Mundo Surreal é uma fantasia épica de ação que nos apresenta a imaginação fértil de uma jovem garota, cujos sonhos são a única saída para sua difícil realidade em um hospício. Isolada dos limites de tempo e espaço, ela está livre para ir onde sua mente levar, porém, chega o momento em que suas incríveis aventuras quebram o limite entre o real e o imaginário, trazendo consequências trágicas.

Prontos para entrarem em um mundo Surreal? rs Meu Deus gente, a quanto tempo não assisto a um filme tão incrível assim. Fiquei um bom tempo procurando palavras para começar a falar sobre o tal. No momento todas elas fugiram-me, estou estarrecida, com toda a sua qualidade no geral. Sua impecável fotografia, desde o primeiro minuto até o último, nos faz querer entrar no Mundo Surreal, nos faz querer senti-lo em ação.

Bom, o filme em si, conta a estória de uma menina que perdeu a mãe e tenta escapar do Padrasto malvado e pervertido, na tentativa de salvar sua irmã mais nova, acontece um terrível acidente onde a jovem perde  irmã e então fica á merce de seu temido Padrasto/Carrasco. Afim de ficar com toda a fortuna da Jovem a qualquer custo, o Padrasto a interna em um manicômio, o Lennox House, e então a Jovem (que em momento algum no filme é citado seu nome verdadeiro) cria em sua mente um Mundo Surreal, pois em dentro de cinco dias, ela passará por uma lobotomia, que pode mudar para sempre sua vida. (para quem não sabe, lobotomia é uma cirurgia feita para apagar a memória de uma pessoa, deixando-a catatônica, é como se a pessoa perdesse sua alma, hoje em dia, um pequeno número de países ainda realiza procedimentos cirúrgicos semelhantes, porém dentro de indicações muito estritas.)

 O filme começa e fico meio constrangida por não estar entendendo. E então a estória começa a desenrolar-se, com um bocado de câmera lenta, ás vezes fica difícil acompanhar certas coisas, de tão lento que fica.

E então eu enfim me transportei para dentro da tela, para ficar ao lado de Baby Doll, como se denomina nossa queridinha “Protagonista”. rs Ridículo isso não é? rs Eu sei, desculpem-me por isso, mas foi o que EU senti. Eu confesso, queria que a Minha Vanessa aparecesse mais, e quando lançaram a notícia de que ela estaria no filme eu fiquei triste quando descobri que ela não seria a protagonista. Pessoas que não gostam dela á parte, eu achei bem digna a atuação. Com um tempo surpreendedoramente bem divido entre as 4 “coadjuvantes.”

Quando Baby Doll cria o Mundo Surreal, o hospício transformasse em um Cabaré, onde as internas são prostitutas. As rompantes entre um o real e a fantasia, são tão intensas e constantes que ás vezes você fica perdido e acha que tudo transformou-se em uma coisa só. E os dias que Baby Doll aguarda sua lobotomia, transforma-se em “fases”, em cada fase ela com a ajuda de suas amigas, Blondie, Rocket, Sweat Pea e Amber, terão que capturar os cincos elementos (um oculto) para a fuga, daquela torturante prisão.

Não somente para os Nerd’s, mas principalmente para os homens o filme é uma delícia, com muita ação, e mulheres vestidas com roupas sensuais atirando para todos os lados. Ouvi críticas pesadas sobre o fato de o filme ser talvez apelativo demais. Mas também ouvi muitos elogios, dessa incrível produção de Zack Snyder. Acho que o filme peca um pouco no enredo, algumas coisas, se perdem no ar, em meio a tanta ação. Mas vale pelos efeitos especiais e pela nostalgia de lembrar dos jogos de Resident Evil. Algo que chamou muito a minha anteção, foi o sentimento de proteção que Sweat Pea, tem para com sua irmão Rocket. Em um filme de ação onde sentimentos genuínos perdem-se, ainda há bondadde bem lá no fundo. Com um final morninho, porém original.

Embalado por uma fantástica e hipnotizante Trilha Sonora, contando com a presença das atrizes, EmilyBrowning e Carla Gugino, Sucker Punch me deixou sem palavras, e ainda acho que não o descrevi bem!

Sessão Pipoca: Amor e outras Drogas

17 Ago

Elenco: Jake Gyllenhaal, Anne Hathaway, Hank Azaria, Judy Greer, Gabriel Macht ,Katheryn Winnick, Oliver Platt, Jaimie Alexander, George Segal, Brenna Roth.

Direção: Edward Zwick

Gênero: Drama

Duração: 113 min.

Distribuidora: Fox Film

Sinopse: Jamie (Jake Gyllenhaal) é um vendedor que trabalha no cruel universo farmacêutico e usa seu charme tanto no trabalho quanto com as mulheres para se dar bem. Enquanto tenta bater o recorde de maior número de vendas, ele cruza seu caminho com Maggie (Anne Hathaway), uma mulher de espírito livre que não quer se prender a ninguém, e ele tem uma surpresa. A evolução no relacionamento deles faz com se encontram sob influência de uma droga: o amor.

Um misto de amor, drama e comédia surgiram no filme. Jamie galanteador que só, “pegou” sem compromisso a metade do elenco, rs Coisa que para ele é fácil, com aqueles lindos olhos azuis, muito experiência com as mulheres e saber exatamente a hora de dizer as coisas certas. Após um pequeno problema em seu antigo emprego, o de vendedor de eletrodomésticos, Jamie vai trabalhar como revendedor de remédios, a missão dele é convencer os melhores médicos do País usar o produto que ele vende, o que não é uma tarefa fácil. Durante essa longa caminhada, de tentativas e mais tentavis, Jamie conhece Maggie uma jovem diagnosticada como portadora do Mal de Parkinson, mas que adora fazer um sexo casual.

  Um romance sem compromissos e sem exigências, flui entre os dois. Seus encontros tornando-se cada vez mais constantes e sem perceber acaba nascendo uma paixão avassaladora. Jamie por não conseguir suprir a cota de seu remédio inicial, em um jogada de mestre o modifica para o Viagra e Boooom! Surge um ídolo e mais um rico da geração. Com sua lábia de bom galanteador, ele convence a todos os homens do País aceitarem os benefícios do Viagra. Entre a fama, o amor e as doenças, Jamie descobre que Maggie é tudo aquilo o que ele tinha medo de querer, mas que sem ela já não dá mais para viver. Maggie por outro lado, com medo do futuro e do rumo que as coisas estão tomando, tenta tornar tudo mais fácil para os dois, ela está convencida de que será um estorvo para Jamie e não acha justo pedir que ele pare sua vida por ela.  Com medo, Maggie tenta evitar o inevitável.

A química entre Jake e Anne, é inegável, como já podemos conferir em ‘O Segredo de Brokeback Mountain’, de 2005 com o Heath Leager.

É importante nos apergamos aos detalhes do filme e prestar muita atenção, porque tem coisas que podem ficar soltas pelo ar. A história se passa em 1996, com uma trilha sonora impecável, composta por “Two Princes”, dos Spin Doctors; depois “Cannoball”, dos Breeders; mais na frente, “Praise you”, do Fatboy Slim; e “Jack-Ass”, do Beck.  Eu acredito que eles souberam explorar muito bem a época, com detalhes e figurinos apropiados, mas a estória que tinha tudo para ser original e fantástica perdeu-se um pouco o brilho quando tentaram transformá-la em uma comédia romântica. Com uma pitada de humor, acho que faltou um pouco mais de Cenas Chaves,  para que a estória ficasse bem explicada. Teve momentos que me distraí e depois me perguntei, ‘O que aconteceu?’

Jake e Anne foram muito corajosos e entregaram-se fielmente ao papel, ficando completamente Nus em diversos momentos. Ambos foram indicados ao Globo de Ouro nas categorias de melhor ator e atriz.

Um filme emocionante, com uma mensagem bem impactante, só faltou ser mais explorado em determinados momentos. Uma das minhas cenas favoritas é quando Maggie, vai á uma convenção com Jamie, mas ao atravessar a rua e entrar em uma palestra de portadores do Mal de Parkinson, descobre que ainda pode e dá tempo de ser feliz.

Me decepcionei com o final água com açúcar, esperei muito mais, mas é um filme que vale á pena assistir, simplesmente pela perfeita escolha dos protagonistas.

Quotes:

“Você encontra milhares de pessoas e nenhuma delas te tocam, e então encontra uma pessoa, e sua vida muda. Pra sempre.”

“Eu me preocupava bastante com o que queria ser quando crescesse, quanto ganharia ou se me tornaria alguém importante. Às vezes, as coisas que você mais quer, não acontecem. E às vezes, as coisas que jamais esperaria, acontecem.”

O filme foi Baseado no livro ‘Hard Sell: The Evolution of a Viagra Salesman’, de Jamie Reidy.

Espero que gostem da Dica! ;D

Beijos, ♥

RESENHA: A Cabana – William P. Young

4 Ago

 Edição: 1

 Editora: Sextante

 ISBN: 9788599296363

 Ano: 2008

 Páginas: 236

 Skoob: Livro

 Sinopse: A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar àquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta a cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, “A Cabana” invoca a pergunta: “Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?” As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele.

Quem não duvidaria ao ouvir um homem afirmar que passou um fim de semana inteiro com Deus e, ainda mais, em uma cabana? Principalmente naquela Cabana.

O livro conta a história de Mack, que vive sobre a A Grande Tristeza, desde o desaparecimento da filha, Missy. Mack sente-se culpado pelo desaparecimento da filha e com consegue fazer nada para mudar esse sentimento, na verdade ele chega a se sentir confortável com toda essa dor, porque ele acredita que Deus, está o castigando por fatos de seu passado. Mack vai á igreja, mas tem um amplo relacionamento com Deus, enquanto que o relacionamento de Deus com sua esposa Nan, é sólido e profundo. Mack e Nan tem cinco filhos, John, Tyler, Josh, (Katherine Kate) e Melissa ou como eles carinhosamente a chamam, Missy.

Mack é extremamente inteligente, e seus assuntos prediletos, são Deus e a Criação e porque as pessoas acreditam em determinadas coisas.

Após receber um estranho bilhete, supostamente enviado por Papai. Papai era o modo carinhoso como Nan tratava Deus, mas Mack não se sentia tão confortável para chamá-lo de Papai. Mack decide voltar á Cabana, ao local de seus maiores pesadelos e medos. Para encarar sozinho, insanamente quem quer que estivesse brincando com a cara dele. Com a picape do amigo Wille, Mack dá um jeito de tirar Nan e as crianças de casa, sem contar a Nan seu planejado, Mack segue viagem. Para o começo de sua transformação.

Uffa! Caramba, Meu Deus do Céu! rs Que estória. Mackenzie Allen Phillips, fora muito maltratado pela vida, em um ato de loucura e revolta acaba fazendo uma grande besteira, em sua adolescência e ele acha que de alguma Deus está ocastigango pelo desaparecimento de sua filha o que ele não percebe é que ele acaba se privando de alguns prazeres e com isso toda sua família sofre junto.

Eu fiquei pensando sobre o que falar deste livro. Eu terminei de ler hoje e senti uma paz uma calma interior que não tem tamanho. Tudo o que esse homem passou. Eu realmente estou desejando fervorosamente que cada linha deste livro seja verdade!

Quero agradecer ao William P. Youg, por me mostrar a outra face da Trindade (Deus, Jesus e o Espírito Santo). Quero agradecer especialmente por me mostar o quanto somos mesquinhos e o quanto nossas regras e lei nos corrompe, o quanto a luta pelo poder é ridícula e sem fundamento. Nós humanos nunca nos satisfazemos com o amor de Deus. Sempre queremos mais, sempre duvidamos. E quando acontece alguma coisa, a culpa é sempre de DEUS, nunca nossa.

O livro nos mostra que a Trindade, é um relacionamento e não uma hierarquia, onde Deus é severo e superior. Deus é amoroso, gentíl e quando Jesus morreu naquela cruz, ele estava lá, sendo crucificado, e sofrendo juntamente com ele. Deus nunca nos abandona, ele nos ama tanto que nos dá o poder da liberdade e quando finalmente conseguimos nossa tão sonhada “independência” o julgamos perguntando porque nos abandonastes! Deus não se divide entre seus filhos ele se doa por inteiro a cada um de nós. Mas quando estabelecemos prioridades, mesmo que Deus esteja em primeiro lugar, ao decorrer do dia, aconteceram outras coisas de seu interesse e talvez isso mude. Deus não quer o primeiro lugar. Deus quer ser o centro. O centro do seu mundo!

Eu chorei praticamente o livro inteiro, em algumas partes mais e outras menos, mas quase chorei escrevendo esta resenha. Uma pessoa disse pra mim que não gostou do livro, eu fiquei decepcionada agora que li. Pois eu acho que a pessoa que leu e não gostou, não entendeu a verdadeira essência do livro. Não sentiu a presença de Deus em cada parágrafo.

Aprendi muito com o livro e espero que ele seja um bom aprendizado a vocês.

– Perdoar não significa esquecer, Mack. Significa soltar a garganta da outra pessoa.

– Mas eu achava que você esquecia os nossos pecados.

– Mack, eu sou Deus. Não esqueço nada. Sei de tudo. Para mim, esquecer é optar por me limitar. Filho – a voz de Papai ficou baixa e Mack olhou-o diretamente nos olhos profundos e castanhos -, por causa de Jesus, não há agora nenhuma lei exigindo que eu traga seus pecados á mente. Eles se foram e não interferem no nosso relacionemto.

Espero que esse livro transmita a vocês a vida que ele me transmitiu. Tudo o que eu queria escrever ou falar sobre o livro não caberia aqui. Conheçam Deus, como o verbo, que ele é. E aprendam que o amor é a resposta pra tudo!

Beijos, Mila ♥

Sessão Pipoca: Santuário

28 Jul


Sinopse: O líder da expedição é o mergulhador Frank McGuire (Richard Roxburgh) um especialista que explorou as cavernas Esa-ala, do Pacífico Sul, durante meses. Mas quando a sua saída é cortada em uma enchente, a equipe de Frank — incluindo o seu filho de 17 anos Josh (Rhys Wakefield) e o financista Carl Hurley (Ioan Gruffudd) — é forçada a alterar radicalmente os planos. Sem equipamento, a tripulação precisa navegar por um labirinto debaixo d’água até encontrar uma saída. Logo, eles são confrontados com a pergunta inevitável: eles poderão sobreviver, ou eles estarão presos para sempre?

 Santuário é baseado na própria experiência pessoal do Roteirista, Andrew Wright, que esteve próximo da morte quando liderou uma expedição de mergulho e ficou preso em uma caverna embaixo d’água, que teve sua entrada fechada após uma tempestade.

O filme gira em torno da expedição nas cavernas do Esa-ala, Pacífico Sul. Frank, o líder da expedição, está tentando achar uma saída pelo mar, por dentro da caverna. Frank tem um difícil relacionamento com seu filho Josh, que o acompanha em suas expedições contra sua vontade, Josh é um ótimo alpinista, o melhor do grupo, mas cria certa mágoa com as expedições do Pai, primeiro, pelo fato de Josh achar que o pai, só se preocupa com as cavernas dele e segundo pelo fato do pai, obrigá-lo a ir às expedições com ele.

Josh acaba cometendo um grave erro e isso cria uma nova briga com o pai, ele se esquece de re-abastecer os equipamentos dos mergulhadores. Então Frank e Judes (Allison Cratchley) têm que fazer o trabalho que era pra ser feito por ele. Após 17 dias presos na caverna, Judes começa a ficar cansada, e após ter feito a reposição dos equipamentos junto de Frank, ela ficara ainda mais frágil e debilitada. Mesmo após avisos e pedidos constantes dos companheiros para que ela descanse Judes insiste em mergulhar. Frank e Judes vão explorando a caverna cada vez mais fundo e o lugar se estreita a cada avanço, eles acabam deixando os rebreathes para trás, (rebreathes são os tanques reserva, para caso aconteça algo errado com o tanques de ar deles) quando eles finalmente conseguem passar pelo pequeno espaço, eles dão de cara com uma possível saída para o mar, um lugar incrível, simplesmente fantásticos, Frank e Judes se emocionam e Frank dá nome ao lugar, Caverna de Santa Judes. Após a comemoração eles decidem voltar pra seu posto para comemorarem juntos com os outros integrantes da equipe, mas há um vazamento no tanque de Judes, ela se desespera e então começa a se afogar. Em uma tentativa desesperada para salvar a vida da Amiga de Mergulho, Frank tira seu respirador e tenta dividir com ela, a princípio funciona, mas quando ela se desespera, tudo se perde e então Judes morre afogada.

Após a terrível perda, Frank volta á base triste e ainda tem que enfrentar o Filho que o culpa pela morte de Judes, após uma terrível discussão, Frank lembra á Josh que Judes, morreu porque se desesperou e que ela estava esgotada, porque além de estar muitos dias na caverna ela teve que fazer um trabalho que “NÃO ERA O DELA” – Eu achei essa parte muito interessante, porque o filho não pensou em tudo o que o pai fez para ajudá-la, ele só queria culpá-lo. E se tivesse algum culpado pela morte de Judes, com certeza não seria somente o Pai. Com a discussão ninguém se deu conta da tempestade que se aproximava, sem contato com a base que estava acima da caverna, eles só perceberam a tempestade, com os barulhos e quando a caverna começou encher.

Começava a batalha contra o tempo e a natureza, após a única saída ser fechada, Frank e sua equipe, que incluía seu filho Josh e o economista, Carl alterasse a rota de saída em direção ao mar, fazendo com que eles fossem mais fundo por dentro de um labirinto de cavernas subaquáticas para sobreviver. Mas eles não têm muito tempo e a dúvida é saber se conseguirão sobreviver para contar esta história.

O filme é todo feito de detalhes e o grande dilema dele, é a droga da altivez das pessoas, o problema todo foi as pessoas não quererem escutar a verdade, mesmo prestes a morrer, ninguém queria se desfazer de seus desejos e gostos pessoais, para a sobrevivência do grupo, eles estavam em uma situação precária, em que era certo poucos sobreviverem e ainda assim, ninguém quis deixar sua arrogância e prepotência de lado para tentar sobreviver. Josh aprendeu muito com o pai na caverna e como George (Dan Wyllie) disse á ele, antes de morrer, Frank era um grande homem, só era preciso conhecê-lo. Como Josh nunca conviveu profundamente com o Pai, ele só soube disso, quando estavam entre a vida e a morte.

O filme nos ensina uma boa lição de que nem sempre estamos certos e mesmos que estejamos precisamos deixar nosso orgulho de lado. E que uma escolha errada, pode custar a sua vida.

Eu ouvi críticas boas e ruins á respeito do filme, teve uma crítica que me chamou atenção que foi a do Francisco Russo, no site: Adorocinema.com que disse que: “Com belas cenas subaquáticas, ampliadas pelo bom uso do 3D, o filme peca pela fragilidade das subtramas envolvendo os personagens. Vale apenas pelo visual.”

Eu acredito que o drama do filme seja super válido, para nos mostrar o valor das nossas escolhas. Este na minha humilde opinião foi um filme muito bem feito, a história é forte e você se surpreende a cada cena com a tecnologia 3D.

O longa Santuário (Sanctum 3D) é a próxima empreitada em 3D de James Cameron (Titanic e Avatar), após o estrondoso sucesso de “Avatar.”

O filme também tem um site Oficial, vale á pena conferir: http://www.santuariofilme.com.br/

 

Fotos&Fonte: Cinepop.com – Adorocinema.com

Sessão Pipoca: Rápida Vingança!

22 Jun

Elenco: Dwayne “The Rock” Johnson, Billy Bob Thornton, Maggie Grace, Carla Gugino, Moon Bloodgood, Oliver Jackson-Cohen.

 Direção: George Tillman Jr.

Gênero: Ação/Drama

Duração: 98 min.

Distribuidora: Imagem Filmes

Estreia: Direto em DVD – Julho de 2011

Sinopse: ‘Rápida Vingança’ acompanha Driver (‘The Rock’), que passa 10 anos na cadeia após seu irmão ser assassinado em um golpe que eles sofreram durante um assalto, em que participaram. Agora, ele procura vingança contra os ex-companheiros de crime, enquanto tenta descobrir quem matou o irmão.

O filme conta a história de “Driver” um recém ex-presidiário, que resolve vingar a morte do irmão, que morre após um assalto ao Banco!  Driver não tem medo se poderá voltar para a cadeia, a sede de vingança dele é maior. Ele segue uma lista á risca, ele apenas ainda não sabe quem foi o mandante do crime, quem realmente os traiu. Então começa a procura… Enquanto ele está atrás de quem matou o irmão, o mandante da traição, contrata o melhor Assassino para se livrar dele!

Gente, eu sou do tipo, muito, muito suspeita para falar do “THE ROCK” simplesmente eu AMO esse cara de graça, apesar dele ser todo fortão e definitivamente não fazer o meu tipo, rs me derreto toda vez que ele sorri! Meu Deus mas que sorriso mais perfeito que esse homem tem!

Eu adorei o filme, é ação do início ao fim e você fica naquela aflição esperando, para ver o que vai acontecer! A atuação de Dwayne é impecável e os acontecimentos são muito viceráis, as vezes você fica com pena da pessoa, mas daí você lembra o que ela fez então concorda com o que ele está fazendo rs É uma loucura!

Eu só achei que no final do filme, o roteirista se perdeu um pouco, o final é legal e tal, mas nem espere muita coisa. Mas é porque é assim deixa eu explicar rs No começo aparece os três vértices principais desse triângulo, podemos assim dizer! rs  “Driver – O Motorista”, “O Assassino” e o “Policial” e no final, parece que ficou meio assim, “Ah, já que ele participou o filme todo vamos incluí-lo no final” Pelo menos eu tive essa terrível impressão!

Mas o filme vale a pena, simplesmente pela ação e pelo Dwayne, só que nesse filme ele não sorri :/ Ou sorri muito pouco! rs

Curiosidades:
A Sony Pictures lançaria o filme nos cinemas, mas a Imagem Filmes comprou os direitos.

Fonte: CinePop

O filme vale muito á pena ser assistido! Os meninos é que vão adorar 😀

Beijos, Mila ♥

Sessão Pipoca: Mãos que Curam!

23 Mar

Elenco: Eduardo Noriega, Belén Rueda, Carlos Leal, Luis Callejo, José Ángel Egido.

 Direção: Oskar Santos

Gênero: Drama

Duração: 107 min.

Distribuidora: Paris Filmes

Sinopse: Diego é um médico tão acostumado a lidar com situações limite, que acabou se tornando imune a dor dos outros. Ele se desligou do seu trabalho, de sua esposa e do compromisso com o seu pai. Durante um inquietante encontro, ameaçam Diego com uma arma. Horas depois lembra-se apenas do som do tiro e a estranha sensação de ter recebido algo mais que um disparo. Diego deverá tomar uma decisão irreversível que afetará a sua própria vida e a de seus entes queridos.

 

Gente que filme hein! =D Recomendo muito a todos… É uma linda história… Dramática, que nos ensina uma lição de vida…

Diego é um excelente médico, mas é discrentes dos milagres… Ele acredita apenas naquilo que possa ver… Mas depois de ter ficado lado a lado com a morte ele percebe que voltou com algo a mais.

No início ele tenta negar e não acredita no que pode fazer, mas depois ele continua  ajudando mais e mais as pessoas. Só que tudo há suas consequências… Após a morte de um ente querido, Diego percebe que está chegando a hora de tomar a decisão da sua vida…

Gente esse é um dos filmes que entrou para a minha lista favorita, porque me surpreendi a cada cena… E o engraçado é que tudo estava interligado…

Spoiler Básico: Para alguém viver, outra pessoa deve morrer! =)

Assistiam o filme e depois venham me contar se gostaram ou não|!

OBS: gente não consegui abrir o vídeo, depois me digam se está legendado ou não! Ok ;D

Salt!

11 Dez

Um século depois eu finalmente assisti este filme! (estou ficando craque em assistir filmes velhos!)  HAHA Quando ele estreiou eu nem quis ouvir falar de SALT achei que seria chaaaato demais, porémcontudotodavia, ignorei o fato de que a protagonista era a Angelina Jolie! rs

Então! Hoje meu namorado namorido veio aqui e resolvemos assistir um filmezinho, ele escolheu esse porque a muito tempo ele está afim de assistir, e adivinhem? Ele dormiu o filme todo, mas eu fiquei vidrada para quem não queria ver gente o filme é ótimo, tem muiiita ação, suspense e um pouquinho de drama, a história é incrível, envolvente e surpreendente, quando você acha que já sabe como irá acabar a história, vem e muda tudo! Eu adorei!  Recomendo demais, espero que gostem!

Jolie substituiu Tom Cruise, que teve problemas na agenda e também ficou com medo do protagonista ser muito parecido com Ethan Hunt, que ele mesmo viveu na franquia Missão Impossível. Ele abandonou o projeto. “Jolie se mostra forte como qualquer homem em filmes de ação e também é ótima em filmes dramáticos. Em Salt, ela faz os dois”, revelou o diretor.

Sinopse: Antes de se tornar agente da CIA, Evelyn Salt (Jolie) prestou juramento de servir e honrar o seu país. Ela colocará o seu juramento em prática, quando um desertor russo a acusa de ser uma espiã russa. Salt foge, usando todas as sua habilidades e anos de experiência como agente infiltrada para conseguir escapar dos seus inimigos, proteger o seu marido e fugir dos seus colegas da CIA.

%d bloggers like this: