Tag Archives: esperança

Cartas para Ele: Amor e Saudade!

18 Maio

Oi Galera! =) Essa tag andou um pouco sumida por aqui não é? 😀 Mas não pensem mal de mim, este texto estava perdido entre minhas pequenas bagunças do word e eu o escrevi a um tempo, na minha época de sofrimento! Uffa ainda bem que passei desta fase!! Mas então resolvi postá-lo apesar dele ser ruim! 😀 (na esperança de que gostem)

Amor (ô) – (latim amor, -oris)

1. Sentimento que induz a aproximar, a proteger ou a conservar a pessoa pela qual se sente afeição ou atração!; grande afeição ou afinidade forte por outra pessoa (ex.: amor filial, amor materno). = AFETO! ≠ ÓDIO, REPULSA 2. Sentimento intenso de atração! Entre duas pessoas. = PAIXÃO.   3. Ligação afetiva! Com outrem, incluindo geralmente também uma ligação de cariz sexual (ex.: ela tem um novo amor; anda de amores com o colega). (Também usado no plural.) = CASO, NAMORO, RELACIONAMENTO, ROMANCE. 4. Ser que é amado. 5. Disposição dos afetos! Para querer ou fazer o bem a algo ou alguém (ex.: amor à humanidade, amor aos animais). ≠ DESPREZO, INDIFERENÇA. 6. Entusiasmo ou grande interesse por algo (ex.: amor à natureza). = PAIXÃO ≠ AVERSÃO, DESINTERESSE, FOBIA, HORROR, ÓDIO, REPULSA 7. Coisa que é objeto! Desse entusiasmo ou interesse (ex.: os livros eletrônicos! são o meu amor mais recente). = PAIXÃO.  8. Qualidade do que é suave ou delicado (ex.: faz isso com mais amor). = BRANDURA, DELICADEZA, SUAVIDADE. 9. Pessoa considerada simpática, agradável ou a quem se quer agradar (ex.: ela é um amor; vem cá, amor). = QUERIDO. 10. Coisa cuja aparência é considerada positiva ou agradável (ex.: o quarto dos miúdos está um amor). 11. Ligação intensa de caráter! Filosófico, religioso ou transcendente (ex.: amor de Deus). ≠ DESRESPEITO. 12. Grande dedicação ou cuidado (ex.: amor ao trabalho). = ZELO ≠ DESCUIDO, NEGLIGÊNCIA

Amor tu que sempre foi tão perverso comigo, me apronta mais uma!

Eu que pensei que havia me livrado de ti, me libertado… Me enganei.

Meu coração bate desenfreadamente toda vez que você cruza o meu caminho, meu coração cansou, cansou de viver sozinho, me deixe em paz e não me siga mais, talvez assim não doa tanto cada sorriso que eu der, cada lágrima derramada!

Amor, você que sempre foi tão cruel comigo, ontem dilacerou meu coração com uma onda de saudade maliciosa e perversa, se soubesse o quanto dói à saudade! Não me faria sofrer por ela.

Mas eu que não tenho um pingo de vergonha na cara, sempre te aceito de novo, toda vez que você resolve voltar, pedindo desculpas e dizendo que não irá acontecer de novo! Nunca mais!

Mas sempre torna a acontecer, sempre… Sempre… E sempre…

Sucessivamente… Sem se cansar.

Saudade me deixe em paz pelo menos por um segundo, eu estou tentando viver, estou tentando ser normal, se for para me matar, acabe logo com isso, ou pelo menos me deixe sentir a brisa da manhã, sem dor, sem peso, sem remorso…

Sem esperança…

Para de querer magoar o meu coração atormentado pela dor de te sentir, pare de achar que eu preciso de você! Será que eu realmente preciso sentir toda esta dor? Porque você é tão maligna e traiçoeira… Envergonha-me na frente dos meus amigos, me humilha na frente do Meu Amor!

Ontem eu chorei… Chorei de saudade, por tudo o que aconteceu… Hoje ainda estou chorando, chorando porque descobri que não és mais meu!

Amor eu preciso sentir que ainda me quer e que não tem pena de mim, só você não sente pena de mim, você sente amor, você sente saudade, seu orgulho idiota te corrói pela metade…

Enquanto a mim, que já estou enfraquecida pela dor da distância choro esperando que o amor retorne e traga de volta a esperança!

Saudade (a-u ou au) – (latim solitas, -atis, solidão)

1. Lembrança grata de pessoa ausente ou de alguma coisa de que alguém se vê privado.

2. Pesar, mágoa que essa privação causa.

%d bloggers like this: