Tag Archives: Literaturando

RESENHA: A Cabana – William P. Young

4 Ago

 Edição: 1

 Editora: Sextante

 ISBN: 9788599296363

 Ano: 2008

 Páginas: 236

 Skoob: Livro

 Sinopse: A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar àquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta a cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, “A Cabana” invoca a pergunta: “Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?” As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele.

Quem não duvidaria ao ouvir um homem afirmar que passou um fim de semana inteiro com Deus e, ainda mais, em uma cabana? Principalmente naquela Cabana.

O livro conta a história de Mack, que vive sobre a A Grande Tristeza, desde o desaparecimento da filha, Missy. Mack sente-se culpado pelo desaparecimento da filha e com consegue fazer nada para mudar esse sentimento, na verdade ele chega a se sentir confortável com toda essa dor, porque ele acredita que Deus, está o castigando por fatos de seu passado. Mack vai á igreja, mas tem um amplo relacionamento com Deus, enquanto que o relacionamento de Deus com sua esposa Nan, é sólido e profundo. Mack e Nan tem cinco filhos, John, Tyler, Josh, (Katherine Kate) e Melissa ou como eles carinhosamente a chamam, Missy.

Mack é extremamente inteligente, e seus assuntos prediletos, são Deus e a Criação e porque as pessoas acreditam em determinadas coisas.

Após receber um estranho bilhete, supostamente enviado por Papai. Papai era o modo carinhoso como Nan tratava Deus, mas Mack não se sentia tão confortável para chamá-lo de Papai. Mack decide voltar á Cabana, ao local de seus maiores pesadelos e medos. Para encarar sozinho, insanamente quem quer que estivesse brincando com a cara dele. Com a picape do amigo Wille, Mack dá um jeito de tirar Nan e as crianças de casa, sem contar a Nan seu planejado, Mack segue viagem. Para o começo de sua transformação.

Uffa! Caramba, Meu Deus do Céu! rs Que estória. Mackenzie Allen Phillips, fora muito maltratado pela vida, em um ato de loucura e revolta acaba fazendo uma grande besteira, em sua adolescência e ele acha que de alguma Deus está ocastigango pelo desaparecimento de sua filha o que ele não percebe é que ele acaba se privando de alguns prazeres e com isso toda sua família sofre junto.

Eu fiquei pensando sobre o que falar deste livro. Eu terminei de ler hoje e senti uma paz uma calma interior que não tem tamanho. Tudo o que esse homem passou. Eu realmente estou desejando fervorosamente que cada linha deste livro seja verdade!

Quero agradecer ao William P. Youg, por me mostrar a outra face da Trindade (Deus, Jesus e o Espírito Santo). Quero agradecer especialmente por me mostar o quanto somos mesquinhos e o quanto nossas regras e lei nos corrompe, o quanto a luta pelo poder é ridícula e sem fundamento. Nós humanos nunca nos satisfazemos com o amor de Deus. Sempre queremos mais, sempre duvidamos. E quando acontece alguma coisa, a culpa é sempre de DEUS, nunca nossa.

O livro nos mostra que a Trindade, é um relacionamento e não uma hierarquia, onde Deus é severo e superior. Deus é amoroso, gentíl e quando Jesus morreu naquela cruz, ele estava lá, sendo crucificado, e sofrendo juntamente com ele. Deus nunca nos abandona, ele nos ama tanto que nos dá o poder da liberdade e quando finalmente conseguimos nossa tão sonhada “independência” o julgamos perguntando porque nos abandonastes! Deus não se divide entre seus filhos ele se doa por inteiro a cada um de nós. Mas quando estabelecemos prioridades, mesmo que Deus esteja em primeiro lugar, ao decorrer do dia, aconteceram outras coisas de seu interesse e talvez isso mude. Deus não quer o primeiro lugar. Deus quer ser o centro. O centro do seu mundo!

Eu chorei praticamente o livro inteiro, em algumas partes mais e outras menos, mas quase chorei escrevendo esta resenha. Uma pessoa disse pra mim que não gostou do livro, eu fiquei decepcionada agora que li. Pois eu acho que a pessoa que leu e não gostou, não entendeu a verdadeira essência do livro. Não sentiu a presença de Deus em cada parágrafo.

Aprendi muito com o livro e espero que ele seja um bom aprendizado a vocês.

– Perdoar não significa esquecer, Mack. Significa soltar a garganta da outra pessoa.

– Mas eu achava que você esquecia os nossos pecados.

– Mack, eu sou Deus. Não esqueço nada. Sei de tudo. Para mim, esquecer é optar por me limitar. Filho – a voz de Papai ficou baixa e Mack olhou-o diretamente nos olhos profundos e castanhos -, por causa de Jesus, não há agora nenhuma lei exigindo que eu traga seus pecados á mente. Eles se foram e não interferem no nosso relacionemto.

Espero que esse livro transmita a vocês a vida que ele me transmitiu. Tudo o que eu queria escrever ou falar sobre o livro não caberia aqui. Conheçam Deus, como o verbo, que ele é. E aprendam que o amor é a resposta pra tudo!

Beijos, Mila ♥

Lançamentos: Cultrix e Dracaena

9 Jun

E aew galerinha? Estou aqui para mostrar-lhes os lançamentos destas queridas Editoras e aí estão prontos?

Editora Cultrix:

 

Título: RAGNARÖK – O CREPÚSCULO DOS DEUSES
Autor(es): Faur, Mirella
Assunto: Mitologia
ISBN: 978-85-316-1125-4
Idioma: Português
Edição: 1ª edição – 05/2011
Número de Páginas: 432 
 
Thor, Odin, Loki, Frigga, Freya, As Valquírias, Midgard, Valhalla, Asgard, Gigantes, Anões, O Anel do Poder… Talvez você conheça muitos desses nomes, mas para a maioria das pessoas a mitologia dos povos germânicos parece ainda um tanto obscura. Neste livro, com um estilo claro e fluente, Mirella Faur, autora do best-seller e obra de referência Mistérios Nórdicos, nos traz o conhecimento de várias eras sobre uma cultura e mitologia muito comentadas, mas pouco conhecidas. Ela dá ao leitor respostas sobre a verdadeira história de THOR por trás dos quadrinhos e do filme da Marvel Comics; explica o significado de muitos dos mitos encontrados em games, como Ragnarök, e animes, como Os Cavaleiros do Zodíaco. Além disso, o leitor, seja ele iniciante ou apreciador do tema, descobrirá o significado do Apocalipse Nórdico, conhecerá as influências literárias de J.R.R. Tolkien, o criador da saga O Senhor dos Anéis, os mitos que deram origem à Tetralogia do Anel, ou O Anel dos Nibelungos, a mais famosa ópera de Richard Wagner; as ligações entre a mitologia grega e a nórdica e o renascimento da mitologia nórdica em seu contexto sagrado, nas religiões Asatrú e Odinismo. Ragnarök – O Crepúsculo dos Deuses incita o leitor a retirar as brumas dos tempos ancestrais e penetrar os mistérios de ASGARD, para desvelar os segredos dos deuses.
Editora Dracaena:
 

 Nêmesis – O Retorno de Astarot – Diogo de SouzaHá cento e quarenta anos, Astarot, uma dos maiores demônios já conjurados, dorme, aprisionado pelas magias da família Masters. Mas uma profecia determinou seu despertar, e agora, a família de magos mais poderosa, e influente, do mundo, se vê face à face com a volta de sua Nêmesis.  Isabela Zuckermann, jovem ginasta, foi apontada como aquela quem trará o despertar do demônio. Agora, aqueles que seguem Astarot tentam protegê-la, e aqueles que pretendem impedir a profecia querem sua morte.  A jornada de Isabela está entremeada com o segredo da prisão de Astarot em 1875, e conforme ela descobre a verdade sobre a magia, sua família e sobre si mesma, mais fica claro que não poderá impedir “O retorno de Astarot.”

Não deixe o sol brilhar em mim – Evandro Ribeiro

Uma História de Vampiros diferente. Dennis é um garoto que se mudou para a casa do tio após a morte dos pais, e lá chegando é maltratado pela tia.  Também é perseguido na nova escola por alguns garotos mais velhos. Tudo parecia sem sentido, até que conhece Valquíria, uma estranha e solitária menina da vizinhança. Desse encontro nasce uma amizade sincera, em meio aos anseios da adolescência, paixão, amor, em que cada um preenche o vazio existencial do outro. Porém, as pessoas que perseguem Dennis, começam a ser atacadas violentamente. Valquíria é na verdade um VAMPIRO que precisa de sangue humano para sobreviver. Não Deixe o Sol Brilhar em Mim é uma história de vampiros diferente, em que a fuga da solidão ultrapassa o limite do sobrenatural.

Quem está ansioso aí levanta a mão! o/

[Resenha] Meu Pai fala cada M*rda

24 Maio

 ISBN-13:9788575426227

 ISBN-10:8575426222

  •   Nº da Edição: 1
  •  Ano Publicação:2010
  •  Nº de Página:144 

Sinopse: Aos 28 anos, depois de ser dispensado pela namorada, Justin Halpern volta a morar com o Pai, Sam Halpern, de 73 anos. Na infância, Justin morria de medo dele, tão mal-humorado, direto e desbocado que beirava a grossura. Agora, já adulto, ele passa a admirar a mistura de franqueza e insanidade que caracteriza os comentários e a personalidade do Pai, que considera ‘sábio como Sócrates e até mesmo profético’. Disposto a registrar a sabedoria contida nas tiradas de Sam, Justin cria uma página no Twitter para reunir suas frases malucas e observações ridículas. A obra traça um Retrato da Relação Pai e Filho e aborda temas da vida – medo, amigos, estudo, namoro, esporte, família.

O que falar deste livro? rs É risada da primeira á última página!

O livro conta a história de Justin Halpern, que aos 28 anos ganha um pé na bunda de sua namorada e se vê obrigado a voltar para a casa dos pais! Justin descobre que seu pai, Sam, 73 anos, não mudou nada! Médico aposentado continua a dizer tudo o que pensa, sem medir as palavras. A grande diferença é que o filho passa a enxergá-lo  com outros olhos e reconhecer o valor de se “relacionar com o ser humano mais direto do planeta.”

Hein, gente, esse é um dos livros mais engraçados que eu li, ele é pequeno e a leitura é fácil e flexível! Tem umas tiradas muito engraçado e muita besteira, Sam, além de inteligente é desbocado, mas também é correto e sincero, e ama seus filhos acima de qualquer outra coisa!

Eu estava lendo Água para Elefantes, mas parei para ler esse porque meu amigo me emprestou, enfim, levei menos de uma semana para terminá-lo e ganhei enfim o título de louca. Eu lia enquanto estava no ônibus, nas horas vagas da escola e todo mundo sempre ficava com carão ao me encarar, do tipo que se diz; “- Porque essa louca está rindo igual a uma idiota?” rs É minha gente, se você não quer ter um ataque de histeria onde quer que esteja, sugiro não ler este livro! Ah e um lembrete, pessoas muito menores de 18 anos, também sugiro que não leiam, pois aparecem palavrões e etc…

Mas afinal como é o livro? – Então queridos, o livro conta a história de Justin e Sam, como é o relacionamento Pai e Filho e principalmente como Sam é! Na verdade na mais é do que uma incrível declaração de amor de Filho para Pai!

Spoiler: O final é lindo! *-*

Entrando no Livro!

Sobre o primeiro dia no Jardim de Infância

“Você achou difícil? Se o jardim de infância foi difícil para você, tenho más notícias sobre o resto da sua vida.”

Sobre fazer silêncio

“Só quero um pouco de silêncio… Meu Deus, isso não significa que eu não gosto de você! Significa apenas que, neste momento, gosto mais do silêncio.”

Sobre os exames de admissão para a universidade

“Lembre-se, é apenas um teste. Se você fracassar, isso não significa que você é um merda. Dito isso, tente não fracassar. Isso é importante.”

Sobre a puberdade

“Como sua puberdade está tratando você?… Como eu sei que você está na puberdade? Sei lá, talvez os 300 pentelhos que você passou a deixar no assento do vaso sanitário tenham sido uma boa dica.”

“Aquela mulher era sexy… Muita areia para o seu caminhãozinho? Filho, deixe que as mulheres descubram por que não querem transar com você. Não faça isso por elas.”

Em algumas parte do livro, você acha que Sam é um idiota… rs Porque ele é desbocado, e a sinceridade dele beira á grosseiria.

Spoiler:

Achei legal que no começo do livro, Justin fica com medo de contar ao Pai que criou um perfil no twitter para postar as frases do Pai. E na verdade, Sam, não gosta da idéia, mas não pede para ele tirar, depois de toda a publicidade, Sam só pede ao filho que não participe de nenhuma entrevista ou coisas no tipo! O que foi legal, é que no final do livro, Sam havia mudado completamente de idéia e até se deu ao luxo de dar um palpite ao filho, de como gostaria que terminasse o livro!

Gente, desculpem o Spoiler, mas vale muito a pena ler o livro, ainda mais você que está na deprê, na pior e quer dar muitas risadas!! ;D

Beijos!

P.s: Os termos usados nesta postagem foram exclusivamente tirados do livro!

%d bloggers like this: