Tag Archives: Paris

Bookaholic Girl

9 Ago

 

O primeiro livro da vida dela foi lido na escola, na verdade, ouvido, no jardim de infância. Sua professora, com uma voz doce e suave, parecia cantarolar a estória, com uma calmaria e uma paz, que inundava a pequena sala de aula, sentada em uma cadeira com as crianças a sua volta, ela contou a estória de uma menina, que perdera o Pai, a liberdade e seu precioso Sapatinho de Cristal. Ela se irritou com as irmãs e a madrasta malvada, ficou nervosa ao achar que ela não conseguiria sair do baile antes da meia noite e chorou, quando finalmente o príncipe a encontrou e eles viverem felizes para sempre.

Á partir daí, ela queria mais, leu todos os Contos de Fadas da Disney e até hoje o seu preferido é A Bela e a Fera, pois aprendeu a importante lição, de que beleza não é tudo. Depois ela partiu para livros mais adultos e complicados. Leu a estória de um casal que se amava muito, mas que não podiam ficar juntos por causa da família, que tiverem um final não muito feliz, e que morreram por amor. Se identificou com uma tal de Megera Domada. Ambos escritos por um homem, que ela nem sabia pronunciar o nome, mas apaixonou-se por ele mesmo assim, após mostrar para toda a turma sua vida, um trabalho que fora minuciosamente revisto e indiscutivelmente amado pelo seu professor de Francês.

Apaixonou-se por um Bruxinho com uma Cicatriz na testa e desejou fervorosamente que ele fosse seu irmão, ela queria colocá-lo no colo e dizer para ele que no final tudo ficaria bem.

Ela chorou demais, quando descobriu quem era O Pior Cão do Mundo. Ah Marley, Obrigado por me fazer redescobrir, porque sou tão apaixonada por cachorros e quando chover, e os trovões assustarem você, eu estarei lá do seu lado, para te salvar da chuva.

Após reler, o mesmo livro 14 vezes para fazer um trabalho escolar, ela pulou de felicidade quando, na sétima série ganhou o tal livro, do seu bendito Professor de Francês. Fez o melhor trabalho da vida dela e descobriu “Que era responsável por tudo aquilo que ela cativava”. E então ela não parou mais de ler.

Enfiou-se em uma série de Vampiros, mas é apaixonada mesmo pelo Lobinho. Desejou estudar no Upper East Side. E aprendeu valiosas Lições de Princesa. Teve muitos Sonhos, em muitas Noites de Verão. Aprendeu com Zoe que a vida de uma Dj não é fácil e ela até tentou Se Livrar de Um Vampiro Apaixonado, mas acabou não desejando mais que ele fosse embora. Descobriu o quanto um Elefante é Fiel e que certos contos de fadas, podem virar estórias de Terror, e que O Lobo mal, pode ser alguém que você jamais desconfiaria. Encontrou Deus na Cabana e hoje vive fazendo piadinhas com uma tal filosofia: “Ser ou Não Ser, Eis a Questão.”

Através dos Livros, ela conheceu lugares como, Paris, Manhattan, Seattle, Veneza, Londres, O Sul dos Estados Unidos (Gatlin), Forks (Washington) entre outros.

Ela aprendeu uma Herança Preciosa, com A Dádiva mais Preciosa e agora quer repassar esse aprendizado adiante. Ela se perdeu, correndo atrás de Hugo Cabret, no grande relógio da Estação e concordou quando alguém disse que O Pai dela só falava M*rda!

A história dessa menina com os livros é grande, mais ainda não acabou. A cada dia, ela descobre um livro novo, mais um para a coleção dos: “Vou ler” – ela está Radiante por uma rede social, ajudá-la organizar tudo, senão ficaria perdida.

Enquanto ela ouve Dezesseis Luas, uma de suas canções preferidas e ama seus livros desesperadamente como Heathcliff amou Cathy, está tentando resolver o último assassinato no museu, ela achou o corpo com a ajuda de Dan junto á uma preciosa peça de Da Vinci.

Ela se envolve em cada história como se estivesse nela e de uma forma ou outra, acaba se auto transportando para dentro do livro. Mas depois de ajudar uma menina A Roubar um livro, ela sentiu-se culpada e voltou para casa. Mas ela jamais deixou de acreditar no potencial de cada personagem.

Os livros a ensinaram, a nunca desistir de seus sonhos e que se dane se todo mundo pensa que você é uma louca viciada em livros, eles jamais entenderam o poder de nunca sentir-se só.

Com um novo livro na mão, ela caminha rumo a mais uma nova experiência. Dessa vez o livro ainda não é conhecido, quer dizer, o livro é conhecido somente por ela. Ela imagina uma estória, onde ela amará os personagens como filhos e sentirá cada dor, cada alegria cada amor, em suas vísceras. Ao final do livro, ela o assinará com seu Próprio Nome e suspirará, com o prazer do alívio, do dever cumprido. Ela se contentará em criar outras estórias, com outros filhos, com outros amores, com outros sentimentos. Um dia ela escreverá sobre uma menina que amou muito seus livros, a ponto de fazer loucuras por eles e ela pensará: “Por eles, eu faria isso mil vezes.”

Ela é uma viciada em livros, frágil e sensível, que se apaixonou por um livro, sem ao menos lê-lo, por causa de uma única frase:

“E porque acreditava em Anjos, eles existiam”

E quando á Hora da Estrela chegar, ela dormirá em paz ao saber que todas as suas respostas foram respondidas. E que seus medos, frustrações, alegrias e vitórias, serão compartilhadas em um único livro.

Com amor,

Bookaholic Girl

[Resenha] Anna e o Beijo Francês!

20 Jun

Título: Anna e o Beijo Francês! 

Edição: 1

 Editora: Novo Conceito

 ISBN: 9788563219329

 Ano: 2011

 Páginas: 288

Sinopse: Anna Oliphant tem grandes planos para seu último ano em Atlanta: sair com sua melhor amiga, Bridgette, e flertar com seus colegas no Midtown Royal 14 multiplex. Então ela não fica muito feliz quando o pai a envia para um internato em Paris. No entanto, as coisas começam a melhorar quando ela conhece Étienne St. Clair, um lindo garoto -que tem namorada.Ele e Anna a se tornam amigos mais próximos e as coisas ficam infinitamente mais complicadas. Anna vai conseguir um beijo francês? Ou algumas coisas não estão destinadas a acontecer?

Sabe, quando você se apaixona por um livro antes mesmo de lê-lo? A capa de Anna e o Beijo Francês, é irresistível, adoro títulos em auto relevo, e então eu já estava tomada de amor por aí! Minha meta era ler o livro em 2 dias, porque quando comecei a ler percebi que o livro era leve e talvez eu conseguiria!

Anna é uma adolescente que está certa de que sua vida em Atlanta é perfeita, ela tem um bom emprego, uma melhor amiga fiel e um namoro prestes a acontecer. E ela acredita que ao  ser enviada obritatóriamente para Paris toda a solidez da sua vida se desmoraná, ela não quer largar seu irmão Sean e nem tudo o que conquistou.

Quando chega a  Paris se sente deslocada, por não conhecer muito sobre a cidade e por não falar francês! Anna se desespera ao perceber que está sozinha em um País estrangeiro, e que não sabe nem ao menos pedir sua própria comida.

Até que Anna, conhece Etiénne St. Clair, inteligente, charmoso e bonito, dentre todas as perfeições dele, Anna encontra apenas UM defeito… Ele tem uma namorada… Os dois se aproximam e as coisas ficam cada vez mais difícieis, mas insutentáveis! Anna e St. Clair, passam por muitas provas durante um ano, e amadurecem muito, juntos! Acho que os dois acabam sendo suporte um para o outro.

Será que um ano inteiro em Paris terminará com o esperado Beijo Francês? Ou certas coisas simplesmente não estão destinadas a acontecer?

Eu fiquei encantada com o livro, o li infelizmente, em 3 dias… :s foi o que eu consegui, mas ainda é um record! Aiii gente como é difícil resenhar sabiam? rs Que vontade de contar a vocês os detalhes, o quanto certas pessoas são idiotas e o quanto os personagens crescem e ganham um destaque inacreditável, aaaai que vontade de mostrar trechos lindos, importantes! Mas eu juro que vou me controlar, não é justo com quem não leu ainda!
Vou confessar a vocês que quando eu estava na metade do livro, eu quase chorei, pedindo por favor para não acabar! Sabe a Stephanie fez um ótimo trabalho nesse livro, ele te envolve, te seduz, te deixa com gostinho de quero mais, com gostinho de que “não quero parar de ler” 

Enfim, o livro vale a pena ser lido e ele concerteza entrou para minha lista de preferidos! Por ser leve, prático e amável!

Como a Maureen Johson disse: “Muito astucioso. Muito divertido. Muito romântico. Você deveria namorar este livro!”

Espero que leiam e gostem! Pois o livro é incrivelmente sensacional!

Beijos, Mila

Duas Estrelas, Dois Looks!

15 Mar

Oi gente, bom dia. Eu ainda não esqueci dos outros filmes não tá! Estou tentando organizar as coisas, para ficar tudo direitinho! =D Tenho um post incrível sobre um livro… E uma surpresa para o meu aniversário!

E Ah antes que eu me esqueça, desculpem pelo vídeo de ontem! Estava em inglês e nem estava legendado, foi mal querido, dá próxima vez presta mais atenção! =D

Mas enquanto é isso, vamos brincar de passar o tempo falando da roupa alheia! =D

Então… Vagando por sites da internet, eis que encontrei o OceanUp.com… Site que por sinal eu não entro faz tempo! Mas eis que surge duas imagens sugestivas e intrigantes. A primeira é da Emma Watson. Ela estava gravando a campanha da Lancôme, é pois é, ela é a nova garota propaganda da marca – e no momento está em Paris – e o comercial deve começar a circular em abril. Mas chega de blábláblá e vamos ao que interessa…

Eu estou in Love com este look, é tudo bem que ela nem é lá grande fashionista – nem eu – mas olha só! É a jaqueta de couro, quebrando todo o romantismo do vestido nude, é tipo perfeito. Sexy e despretencioso. É apesar da composição ser simples, chama atenção por ser diferente! =D

Mas agora, Emma Watson, eu sinto lhe informar que este cabelo não te pertence mais! ;s Tudo bem que no começo você queria entrar no olé da diferença, porque a quase 10 anos com aquele cabelinho de chitãozinho, por causa do tal do Harry Potter, mas não está colando mais. Aproveita que você está aprendendo lições valiosas com seu NOVO Personal Stylist e arruma um cabelereiro novo vai! É para o seu próprio bem! =D

Agora o segundo look, eis que ainda não me decidi se gosto ou não!

Então Sel, eu sei que você está toda animada com esse lance de lançar clipe novo e tal e por ser a nova Senhora Bieber, mas esse seu MegaHair não está dando mais.

Essas famosas nunca acertam cara, que drogs, quando estão com uma roupa aceitável, pecam no cabelo! ;s

Voltando a falar do tal do look. Achei mega ousado esse Emilio Pucci, que a Sel usou no Late Night com David Letterman em Nova York, ontem…

Se tirassem as rendas, ficaria MEGA fashionista! Mas acredito que aí é que está o charme… A graça do negócio. Se tirasse esse detalhe, talvez se tornasse apenas mais um vestido! Muito criativo em misturar estampa, com pedras e renda. Mas confesso que ainda estou em dúvidas se gostei! =D

E vocês, o que acharam?

Beijos.

%d bloggers like this: