#Novidades Literárias #6

18 Out

Olá Galera, tudo bem? Quero me desculpar com vocês, porque ontem eu esqueci de postar o próximo post do Projeto Um conto por amor. Mas semana que vem eu posto, ontem eu briguei com uma amiga, minha cabeça estava a mil. Esqueci mesmo, desculpem!

Bom, mas falando de coisas boas. Que tal darmos uma olhada nos lançamentos de Outubro de nossas queridinhas Editoras? 🙂 Vamos lá?

Um livro que tem me chamado muito a atenção da Editora Dracaena, que por sinal está arrasando na escolha dos livros, é o livro Sentimento Fatal, de Janethe Fontes.

Sinopse: Por amor se mata? O amor destrói? E o ciúme, pode ou não ser controlado? Sentimento Fatal levará você a pensar nessas questões e rever seus conceitos… Todos os seus conceitos em relação ao amor. Dividida entre a paixão avassaladora do marido Roberto, que tem um ciúme doentio, e o grande amor de infância de Daniel, que ela torna a encontrar dez anos depois, Adriana Diniz Martinez terá de vencer o medo e reencontrar a si mesma… Lutar pela própria integridade e também pela filha Letícia, pela qual é capaz de tudo, sobretudo suportar a violência do marido, sobretudo suportar a própria infelicidade. Com uma narrativa surpreendente, combinada a ingredientes como drama, aventura, sedução e suspense, e tendo ainda como pano de fundo a violência doméstica, a autora faz com que o leitor tenha de prender o fôlego para acompanhar este romance que, em cada novo capítulo, nos revela uma dura realidade que, lamentavelmente, atingi milhões de mulheres em todo o mundo. Nos faz descobrir ainda que o amor pode ser tranquilo e seguro, mas também agitado e extremamente perigoso.

Forte não é?

Você pode adicionar o livro no skoob: Sentimento Fatal

E pode também comprar o livro pelo site da:

Mas mudando um pouco o foco, que tal falarmos um pouco de literatura fantástica? 🙂

O 2° livro que quero apresentar-lhes é o Cidade das Trevas – Ataque dos Vampiros, do Pedro S. Ekman, da Editora Novo Século.

Sinopse:  A busca continua… Após os terríveis acontecimentos do volume anterior de Cidade das Trevas, os campistas agora em caminhos distintos, continuam em sua procura pela única esperança que tem de saírem da cidade maligna. Paralelamente, as forças policiais encarregadas dos desaparecimentos no Acampamento Raiz Forte entram em cena, seguindo em território sombrio. Em Ataque dos Vampiros os campistas remanescentes estarão diante de reviravoltas que mudarão para sempre sua jornada, ficando cada vez mais difícil distinguir aliados e inimigos. Muita ação, suspense e emoção na segunda parte da trilogia Cidade das Trevas!

 Adicione também este livro no skoob: Cidade das Trevas.

E você pode comprá-lo também pelo próprio site da Editora Novo Século:

Para as crianças, nós temos o Quase Meia-Noite, de Solange Sanchéz, da Editora Porto de Idéias.

 Sinopse: Quase meia-noite… mas nem todas as crianças estão dormindo. Um menino ainda está acordado e da janela do seu quarto acaba descobrindo algo surpreendente. O que será?

 Skoob: Quase Meia-Noite.

 Você também pode comprá-lo pelo site da própria Editora:

Ainda falando de livros para criança, a Editora Patuá me surpreendeu com o lançamento do livro A Odisséia de Tibor Lobato, um livro de Gustavo Rosseb. Eu achei essa capa muito criativa e vocês o que acharam?

Sinopse: Já imaginou se deparar com um saci velho em meio à floresta? Ou quem sabe descobrir ser descendente de alguém como o Curupira?  Ou ainda ser possuidor de um amuleto que pode te dar poderes inimagináveis?
Tibor Lobato e sua irmã Sátir são filhos de ciganos. Após perderem os pais em um terrível incêndio, vão morar no sítio de sua avó, onde conhecem o grande amigo Rurique. Mistérios e perigos passam a cair de pára-quedas sobre a vida dos três, e a Odisseia que eles terão de enfrentar os fará reconhecer valores e virtudes como amizade, coragem, esperança e amor. E para o seu azar, ou a sua sorte, é tempo de quaresma e ambos já foram alertados do que essa época é capaz de trazer consigo.

Esse é o primeiro livro de uma trilogia fantástica.

Adicione o livro no skoob: A Odisséia de Tibor Lobato.

E conheça o site oficial do livro: http://www.tiborlobato.com.br/

E você pode comprá-lo pelo:

E então, o que acharam das novidades? Semana que vem tem novidades da Sextante, Novo Conceto, Martin Claret, Grupo Editorial Pensamento e muito mais 🙂

Beijos,

Book Tour: Minhas Lembranças – J.F Silva

16 Out

Olá Galera, eu estou muito feliz, pois este é o primeiro Book Tour do qual eu participo! \o/

Minhas lembranças é o livro de estréia da fofa da Jú, que assina como: J.F Silva. Que tal conhecer um pouco mais sobre ele?

 Sinopse  Quando Ônix perde seus pais em um acidente na estrada principal da Dinamarca a caminho da comemoração da sua formatura, ela não sabia que poderia sentir o que sentiu. Culpava a si mesma por ter causado aquele desastre e o pior se lamentava por não ter dado o devido valor aos seus pais. Mas já era tarde demais. Seus tios de criação ficam cientes do acidente e então convidam Ônix para morar com eles no interior de Londres. Apesar de estar confusa e muito mal, Ônix se dá a oportunidade de reviver. E fazendo isso ela encontra com o seu velho amigo de infância. Calebe fez Ônix esquecer da sua própria dor assim que ela olhou aqueles olhos verdes melancólicos. Descobrindo o porquê da melancolia Ônix soube que aquele sentimento de amizade já não poderia ser mais chamado de amizade. Um livro baseado em fatos reais.

E então gostaram? Eu estou super ansiosa para começar a leitura!

A Juliana, mantém um blog super fofo, cheio de resenhas maravilhosas.

E você já pode comprar o livro Minhas Lembranças, para saber mais, é só clicar AQUI!

Só me resta agora esperar o livro chegar aqui em casa \o/

Beijos,

Promoção: Comprou, Ganhou – Novo Conceito

14 Out

Olá amigos, bom dia. Estou aqui para apresentar-lhes uma ótima novidade! 🙂

A Editora Novo Conceito, mesmo nos enviando kit’s lindos, para resenha e sorteio, para que vocês também possam ser presenteados e mesmo depois do maravilhoso concurso cultural realizado durante a Bienal do Rio, a Novo Conceito vem nos presentar mais uma vez.

Está no ar, a promoção Comprou Ganhou da Novo Conceito, olha que máximo.

Não é o máximo. E aí quem irá participar? Não fiquem de fora dessa super promoção.

Em caso de dúvidas acesse o regulamento, para mais informações. E não esqueçam de citar o nome do Sonhos entre Pontinhos! *-*

Então! Correndo ás compras 🙂

Beijos,

Resenha: Nêmesis – O retorno de Astarot – Editora Dracaena

12 Out

 Título: Nêmesis – O Retorno de Astarot

 Autor: Diogo de Souza

 Edição: 1
 Editora: Dracaena
 ISBN: 9788564469242
 Ano: 2011
 Páginas: 361

 Sinopse: Há cento e quarenta anos, Astarot, uma dos maiores demônios já conjurados, dorme, aprisionado pelas magias da família Masters. Mas uma profecia determinou seu despertar, e agora, a família de magos mais poderosa, e influente, do mundo, se vê face à face com a volta de sua Nêmesis. Isabela Zuckermann, jovem ginasta, foi apontada como aquela quem trará o despertar do demônio. Agora, aqueles que seguem Astarot tentam protegê-la, e aqueles que pretendem impedir a profecia querem sua morte. A jornada de Isabela está entremeada com o segredo da prisão de Astarot em 1875, e conforme ela descobre a verdade sobre a magia, sua família e sobre si mesma, mais fica claro que não poderá impedir “O retorno de Astarot.” 

Nêmesis nos transporta á um mundo fantástico e totalmente novo. O livro que retrata a estória de Isabela Zuckermann, a jovem ginasta e filha de Helena Zuckermann,  de como ela descobriu a verdade sobre a sua família e sua vida e no que isso influenciou. E de Ariel Waitem uma Thauren que abriu mão de suas escolhas para torna-se uma Bruxa Estelar. Nêmesis nos conta a saga da família Masters contra Astarot e nos ensina que demore o tempo que for, uma profecia sempre é cumprida.

Nêmesis é o primeiro livro nacional que eu realmente leio. Eu sempre tive muitas expectativas para com esse livro, especialmente porque me apaixonei pela capa assim que a vi. E então eu coloquei na minha cabeça que eu queria, porque queria esse livro! Um beijo especial á Editora Dracaena que tão prontamente cedeu-me. E eu não me decepcionei nem um pouco. Nêmesis é muito bem escrito e sua revisão quase impecável, se encontrei um ou dois erros de português foi o máximo, talvez tenha sido um pequeno deslize de digitação, de vez em quando acontece. Voltando ao livro… O retorno de Astarot é um livro muito inteligente e te faz sentir e vivenciar cada cena. O livro é indiscutivelmente fantástico.

Mas eu devo confessar que o grande destaque do livro, para mim é Ariel Waite! Apaixonei-me por ela, desde a primeira aparição, forte e corajosa, ela quem faz boa parte do enredo ser tão delicioso. Mark Masters meu herói destemido, surpreendeu-me muito também. A única coisa que me deixou triste com relação a Mark era o fato de no começo do livro eu nunca saber o que realmente ele sentia por Ariel, achei um tanto quanto injusto, pois ela estava sempre disposta a assumir o amor dos dois e ele sempre tão, tão… anyway. Por outro lado, o mocinho Cristien Cartier, o fiel escudeiro de Ariel me irritou profundamente. rs Engraçado isso não? Quem já leu o livro sabe do que eu estou falando. Desconfiei dele o livro inteiro, porque eu não conseguia distinguir suas verdadeiras intenções, somente quando Zaharion … SPOILER … É que eu comecei a gostar de Cris, pois só nesse momento ele mostrou-se vulnerável. Isabela também me deu nos nervos. Somente nas três últimas páginas do livro que eu consegui gostar dela. Tudo bem que a menina passou por maus bocados, mas se ela não fosse tão mimada teria agido de outra forma, nunca a perdoarei pelo o que ela fez com Helena. Já Amadi não me irritou tanto, rs apesar do estrago que ele fez, até um certo ponto eu o apoiava,  ainda mais quando ele explica o que acontece á família dele, eu sei que nada justifica, mas… Quando ele começa a perder o controle sobre o terrível sentimento chamado Vingança e a sede de poder é que se começa a duvidar se os motivos dele são realmente válidos.

Este livro me cativou e não me decepcionei de apostar todas as minhas fichas nele. No começo as coisas demoram um pouco a acontecer, mas quando acontecem, acontecem um monte de coisa de uma vez. Me apaixonei pela bruxa de cabelos brancos e ao final do livro, chorei loucamente quando descobri a verdadeira identidade do homem que andava apoiado em uma bengala.

Parabéns ao Diogo Souza que nos últimos minutos do livro, conseguiu surpreender-me e me emocionar com uma reviravolta deliciosa!

– O poder, Ariel… o verdadeiro poder… só tem uma coisa que se poder fazer com ele e que vale a pena ser feita.

Só tem uma coisa que paga o preço da magia. Sabe o que é?

É trazer um mínimo de alívio para as pessoas. É acalentar pelo menos um coração.

O verdadeiro poder só poder ser usado para isso, para a destruição do sogfrimento.

Todo o resto, Ariel… todo o resto é só mais uma ilusão.

Página 191

Espero que leiam e apaixonem-se como eu me apaixonei! E quem já leu, o que achou do livro? Quero saber a opinião de todos!

Beijos,

[Projeto um conto por amor] – O relógio quebrado – Fábio C. Martins

10 Out

Meu Deus, já é Segunda-Feira e eu nem me liguei! Galera, desculpa o sumiço dessa semana. Vocês sabem o que é um bloqueio mental não é? Então eu tive que conviver com um desses essa semana e não achei nada de útil, pra escrever, ou falar sobre. Enfim, meu fim de semana foi agitado, fiquei 48h acordada direto, espero que me perdoem, aos poucos vou tentando retomar ritmo 🙂

Como prometido, hoje tem mais um conto do Projeto Um conto por amor. O conto de hoje  é do queridíssimo Fábio Martins. Um homem que admiro muito  por sua incontestável inteligência! Espero que gostem e semana que vem tem mais!

 Ulysses sempre fora controlador. Controlava o horário de saída, de chegada, seus compromissos e de todos aqueles que estavam ao seu redor. Até os horários de sua namorada ele controlava. Esta mania de controle somada ao incontrolável ciúmes, causaram-lhe o término de um namoro de 7 anos – primeira parte -. Se não fosse as repetidas vezes que isso acontecera, Ulysses, hoje, estaria noivo de sua antiga namorada.

Tanta insegurança, agora, transformará-se em descontrole, raiva, e certeza de que ela nunca o amara. Para Ulysses, os sete anos de namoro foram de pura mentira.

Apesar das certezas que tinha, ele sempre fora aconselhado pelos seus melhores amigos a deixar suas inseguranças de lado. Eles tentavam explicar que, tudo aquilo, um dia, ainda seria sua ruína, quiçá até de seu namoro. Mas ele não dava ouvidos, tinha certeza de ela o amava; mesmo com suas manias, ela o amava verdadeiramente. Porém, seu castelo fora levado pelas ondas incontroláveis de seu ciúmes. Agora, Ulysses estava sozinho, triste, amargurado e completamente determinado a nunca mais abrir seu coração a outro relacionamento.

Sua primeira atitude foi afundar seus pensamentos no emprego que tanto lutara para conseguir, atirando-se de corpo e alma nos pequenos detalhes, resolvendo os problemas quando ninguém conseguia achar a solução, alcançando, até, uma promoção, muito merecida, dizia seus colegas.

No entanto, sempre que havia uma folga, a raiva e o descontentamento o consumiam, traziam de volta aquele sentimento que escondera com tanta afinco, um sentimento de vazio, de saudade. Sem nem mesmo saber o que ela representava, imaginou que seria saudade das noites de bebidas, jogos e baladas que há tempos não compartilhava com seus amigos, que deixara de lado durante o namoro. Coisas que pareciam desnecessárias quando estava com sua amada, porém, que agora se mostraram completamente lógicas e necessárias.

Movido, assim, pelas antigas lembranças, pegou o telefone e discou o número de um de seus melhores amigos.

– Alô, Rodrigo?

– É ele. – respondeu com um ar de incerteza. – Quem está falando?

– Como assim, meu velho? Sou eu, o Ulysses. Vai dizer que não se lembra mais?

– Tá me zuando? É tu mesmo, meu “brother”? – respondeu animado.

– É, quem é vivo sempre aparece, não é? – dizia, tentando puxar assunto.

– Verdade! Mas o que me conta? – perguntou. – Faz tempo que não conversamos.

– Nem me fale!

– Fiquei sabendo que tu terminou aquele namoro. Como você está?

– B-bem, bem. E você? – tentando desconversar.

– Cara, segui o teu conselho! – animado, disse. – Resolvi dar uma chance a Carol. E advinhe?!

– Também foi largado? – respondeu rindo.

– Não! Muito pelo contrário, vamos oficializar o noivado no próximo final de semana!

Ulysses permaneceu em silêncio por alguns minutos.

– Ulysses, está aí? Alô?!

– Sim, estou aqui… Poxa, que bom! Meus parabéns, Rodrigo. Espero que sejam felizes.

– Poxa, obrigado! Aliás, tu tem que conhecê-la! Tenho certeza que você irão se dar bem!

– Claro! – disse. – Podemos marcar alguma coisa, sim.

– Perfeito! No próximo sábado vamos fazer um jantar aqui em casa, seria muito bom tê-lo aqui conosco.

– Sábado?

– Sim! Aqui em casa. O que me diz?

– Passarei para cumprimentá-los!

– Que bom! Ficarei muito feliz em revê-lo!

– Eu também. – respondeu com uma certa melancolia na voz.

– Ulysses, meu velho, tenho que correr com as coisas, estamos correndo com o bufê e outros detalhes. Mas foi bom falar contigo!

– Sem dúvida.

– Então, até sábado! Abraços, meu velho!

– Até… abraços.

Por essa Ulysses não esperava, ainda mais vindo de Rodrigo que nunca se interessou por nenhum relacionamento, muito menos por um noivado ou, se quer, por um casamento.

Frustrado, mas ainda esperançoso, procurou o telefone de outro amigo, e fez a ligação.

– … telefone temporariamente fora de ser serviço. – respondia a telefonista.

Procurou outro, mas a história se repetia. Alguns estavam namorando, outros noivos e um somente um estava solteiro, mas afastado do mundo, pois estava cuidando de seu pai doente, impossibilitado para uma noite das antigas.

Já com quase toda a lista de amigos riscada, Ulysses havia perdido as esperanças, suas lembranças, agora, ficariam, realmente, guardadas em memórias, em fotos ou em conversas de bar, acompanhadas por alguma bebida qualquer.

Sem conseguir pensar em mais nada para fazer e cansado de ficar em casa, pegou as chaves do carro e saiu rumo ao bar mais próximo de sua casa. Ulysses pensava que se não pudesse ter seus amigos em sua casa, iria, então, encontrar novos amigos em um bar qualquer, nem que fosse por poucos minutos.

Ao chegar no bar, foi logo pedindo uma dose de whisky para relaxar, pois, como era sábado à noite, nada melhor do que alguns goles, papo jogado fora e atrações aleatórias na televisão para relaxar – pensou.

As horas seguintes foram repletas de bebidas e tudo o que ele havia imaginado, alguns amigos descartáveis lhe fazendo companhia, ajudavam-no a esquecer, mais uma vez, aquele sentimento guardado.

– Bebida para todos! – gritou.

Ainda empolgado com a promoção, pagou uma rodada de bebidas para seus colegas. Atitude que angariou mais e mais colegas, alguns até simpáticos, mas a grande maioria só estava interessada em sua animação.

O que parecia ser somente uma noite de descanso, virou uma rotina para Ulysses. Sextas, sábado e domingos Ulysses buscava descanso em um copo de bar, com colegas diversos, mulheres avulsas e despreocupadas, procurando saciar sua vontade de companhia; algumas vezes em bares, outras em casas de prostituição, continuando com essa vida boemia durante alguns meses.

Seus amigos tentavam ajudá-lo, ligavam pra saber se estava tudo bem, se precisava de alguma coisas, pois, suas atitudes não eram o normal. Mas Ulysses estava cansado daquele controle todo, queria se libertar da vida que tivera antes; uma vida repleta de horários e programações, queria era aproveitar ao máximo tudo o que não havia aproveitado durante os sete anos de namoro. Até sua ex-namorada, quase noiva, tentara um contato, mas Ulysses não lhe dera atenção, ainda guardava muita mágoa pelo amor não correspondido.

E foi assim, seguindo de bar em bar que Ulysses viu o mundo desmoronar a seus pés, sem nem ao menos perceber; primeiro sua namorada o havia deixado, depois seus amigos, agora nem seus colegas de bar lhe davam atenção. No trabalho, as coisas já não eram mais como antes, sua atenção havia diminuído, seus resultados precisavam sempre de revisão, sua promoção estava por um fio. Tudo o que ele havia lutado tanto, agora, já não trazia mais prazeres; ele era um completo vazio, onde seu último ato de honestidade foi pedir demissão, deixando pra trás tudo aquilo que havia conquistado.

Sua vida estava resumia a noites em claro, garrafas de whisky e filmes adultos. O almoço e o jantar estavam enlatados no primeiro armário do segundo gabinete da cozinha. Suas roupas acumulavam-se em pilhas, junto à cama. Suas noites de solidão, deram lugar a mais um companheiro: o cigarro. Fumava descontroladamente um atrás do outro.

A vida que Ulysses levava chamou atenção de seus vizinhos, até os mais desatentos notaram seu sumiço. Uma excelente pessoa, diziam. Ouvia-se nos corredores, comentários sobre seu estado, alguns diziam que ele estava doente, outros concluíam que era depressão, mas ninguém tinha certeza do que estava acontecendo.

Em uma noite, quando já havia consumido todo o estoque alcoólico que havia em sua casa, buscou as escadas para poder caminhar na rua, talvez para procurar algo para beber, que por um descuido causado pela embriagues, escorregou, caiu e batendo a cabeça um dos degraus, entrando em coma quase que instantaneamente, tendo somente um momento de lucidez, no qual conseguiu gritar por socorro antes que fechasse os olhos.

Ao chegar no hospital, Ulysses foi examinado pelos médicos, informando os poucos familiares, que seu estado não era grave, mas devido ao coma, não havia como dar certeza se ele sofrera algum problema significativo.

A preocupação de sua família era que algo de pior acontecesse, pois casos de coma, às vezes, eram irreversíveis. Porém, apesar do que todos pensavam, em seu estado de coma, Ulysses teve um sonho, um único sonho estranho.

Nele, Ulysses aguardava uma fila interminável, que levava a um único objetivo: servir de cocheiro para uma carruagem. Era como se houvesse apenas um emprego para todos, o emprego de cocheiro de carruagem. Quando a vez de Ulysses chegou, um senhor alto, de barbas acizentadas, olhou para ele e disse:

– Terás que conduzir esta carruagem até que seu cavalo morra.

Sem possibilidade de diálogos, Ulysses fez o que lhe foi ordenado, conduzindo a carruagem até que seu cavalo parasse. No entanto, sempre que isso acontecia, Ulysses encontrava-se, novamente, diante da mesma fila que antes, repetindo o mesmo ritual de antes.

Assim que acordou do coma, Ulysses não conseguia parar de pensar no sonho que tivera. Aquela obsessão fez com que parasse com a vida boemia, buscando em livros e psicólogos alguma explicação racional para tudo aquilo. Mas de nada adiantava, a explicação deveria partir dele, segundo alguns especialistas.

Cansado de tanto procurar, deixou de lado aquela curiosidade, e tentou colocar a sua vida nos trilhos, novamente. Seu primeiro passo foi arrumar um novo apartamento, depois um trabalho que, apesar de não ser tão lucrativo quanto o antigo, dava para pagar as contas, sem exigir tanto de seu tempo. Até as antigas amizades ele havia retomado, podendo, finalmente, conhecer a esposa de Rodrigo.

Sua vida estava, novamente, nos trilhos, apesar de ainda ter uma única dúvida: o significado do sonho.

Em uma determinada noite, feliz por ter de volta a sua vida, Ulysses acabou adormecendo no sofá de seu novo apartamento, vindo a ter aquele antigo sonho. Porém, diferente do anterior, não havia mais fila para a carruagem, muito menos um velho indicando o que fazer. Neste sonho só havia Ulysses e a carruagem, nem mesmo o cavalo estava presente.

Como se soubesse o que fazer, Ulysses abriu a porta da carruagem e encontra dois objetos sobre o banco: um relógio quebrado e um envelope. Ao ver o relógio, Ulysses, automaticamente, lembrou de sua antiga vida, onde os horários eram algo primordial. Porém, foi dentro do envelope que Ulysses encontrou a resposta de seu sonho.

Em um pequeno pedaço de papel, escrito à mão, que Ulysses logo reconheceu a caligrafia, pode ler o seguinte:

Obrigado por me conduzir.

Assinado Ulysses.

Projeto Um Conto por Amor.

Beijos,

[Projeto um conto por amor] – O belo príncipe inglês – Carolina Lima

3 Out

Bom dia galera, toda segunda-feira eu postarei os contos participantes do Projeto um conto por amor, realizado pelo Sonhos entre Pontinhos, espero que gostem!

Em dia de estréia, lá vai o conto da Carolina Lima que é dona do blog Oi Carolina. Espero que gostem! =)

Era ás 7 da manhã de todos os sábados que meu despertador costumeiramente tocava em meu silencioso apartamento no Strand Palace Hotel, em Londres.

Já passara 6 meses desde que “fugi” do Brasil. Deixando assuntos inacabados, fugindo de dúvidas, apenas arrumei minhas bagagens e aceitei uma proposta oportuna de intercâmbio. Agora minha vida resumia-se a uma rotina razoável de segunda a sexta e finais de semanas depressivos e melancólicos em minha espaçosa cama. Mas especialmente naquele sábado resolvi fazer algo diferente. Como de costume tomei chá, comi torradas e uvas solocitadas pelo serviço de quarto do Palace. Vestir-me e saí. Minha vida era solitária, não saia, não fazia amigos, não mandava cartas e não dava telefonemas, apenas me isolava e lamentava erros passados.

Enquanto saía do hotel e comprimentava com um típico “Good Mornig Britânico” o simpático e gentil porteiro, não pude conter um meio sorriso ao perceber sua cara de surpreso me vendo sair em pleno sábado. Olhei para cima e ví um céu nublado e escuro. Era inverno, mas ainda não nevava na Europa, mas o frio que fazia induzia a abraçar-me e encolher-me, apesar do Trench Coat e meia-calça preta que vestia. Percebi que choveu durante a madrugada já que as ruas e calçadas estavam molhadas e as poucas pessoas que passavam seguravam um guarda-chuva.

Caminhei o máximo que pude pelas ruas desertas de Londres até chegar no famoso Big Bang. estranhei as poucas pessoas que alí estavam, afinal aquele era um ponto turístico. Foi quando lembrei de certo desfile da família real, evento que paralisava a cidade. Hesitei em ir, sabendo da minha insignificância presença. Havia apenas um pequeno grupo de turistas Coreanos, um casal passeando, uma senhora alimentando pombos e eu, parada, olhando o mar, perplexa e boquiaberta, me perguntando “Onde diabos estava todo esse tempo?”. Mas todo aquele encanto acabou quando avistei alguém que fez com que o solo das minhas Anklle Boots aterrizassem no chão. Alguém que fez-me lembrar dos motivos pelo quais abandonei toda minha vida anterior. Pensei em todas as dúvidas e expectativas que alimentei. Sonhei com todos os contos com finais felizes e seus términos de quem seria o príncipe responsável por todo aquele amor que sabia que existia, mas não sabia a quem pertencia.

Eu amava David! Ah como amava! Aquele que me fez chorar inúmeras vezes, que me fez perder a paciência o esperando, que tornou minha adolescência tão intensa e única. Ele poderia ter sido o cara perfeito pra mim, poderia. Mas havia Gabriel, com todo o seu sinismo e implicância era o único que conseguiu me fazer esquecer de David nem que fosse por um único segundo. Aquele que me fez querer amadurecer tão rápido e me fez querer decidir o meu futuro tão cedo. Era nele que estava todas minhas expectativas, era ele quem amava puramente. e era ele que estava na minha frente, tão belo agasalhado , tão encantador com seu sorriso sínico e cativante.

Gabriel segurou minhas mãos, beijou minha testa. O que significava esses gestos? Havia ele me perdoado por toda minha covardia? Havia ele aceitado tudo o que sentia por ele? Naquele momento concluí que não importava o que um dia já senti por David, era passado, éramos adolescentes. O meu futuro começava alí. Gabriel é por quem esperei por todos esses meses e seria ele o belo príncipe Inglês responsável por todo o meu amor,agora eu tinha certeza disso. Gaguejei, não consegui proferir o que sentia e a minha felicidade de vê-lo, mas antes mesmo que pudesse dizer algo, Gabriel, sorrindo, aproximou-se do meu rosto e perguntou:

– Sophie, casa comigo?

Mas não tinha forças para responder. Gabriel mais uma vez foi mais rápido e respondeu por mim quando seus lábios encostou em minha boca doce e levemente.

Era ele. Era ele o meu belo príncipe Inglês.

Projeto Um Conto por Amor.

E segunda que vem tem mais! \o/

Beijos,

Promoção 1 ano do Sonhos entre Pontinhos

1 Out

O Sonhos entre Pontinhos, comemorou 1 ano de vida nesse último dia 20/09/2011 – Eu estou muito feliz! ❤ – e todos sabem disso.

E para comemorar essa data muito mais que especial. Eu premiarei, 4 ou mais leitores do Sonhos entre Pontinhos com prêmios incríveis! *-*  rs

Importante: seguir todas as regras para que não haja desclassificação.O preenchimento do formulário é fundamental.

Para participar é MUITO fácil! Quer saber como?

 1) Ser seguidor do Sonhos entre Pontinhos. E quer saber como? Você precisa assinar o feed do blog (na barra lateral.)

2) Seguir o Sonhos entre Pontinhos no twitter.
3) Ser Residente ou ter endereço de entrega no Brasil
5) E Preencher os formulários corretamente.

O 1° prêmio é um Kit  Não sou esse tipo de garota da Editora Novo Conceito.

Para participar é fácil você precisa

1) Comentar na resenha do livro.

2) Ser assinante do feed.

3) Preencher o Formulário.

Viu como é fácil? Para ter chances extras você precisa.

 No twitter:  

1) Seguir o @sonhospontinhos e a @Novo_Conceito

2) Divulgar a frase abaixo.

3)  Preencher o mais uma vez formulário. (Preencha o formulário novamente a cada frase divulgada)

 Na comemoração de aniversário do @sonhospontinhos o livro Não sou esse tipo de garota da @Novo_Conceito é meu!Participe http://migre.me/5OLmf

No facebook:

1) Curtir a página do blog.

2) Divulgar a frase abaixo. (No mural ou na página do blog)

3) Preencher o formulário.  (A cada frase divulgada)

O Sonhos entre Pontinhos completou 1 ano, mas quem ganha o prêmio sou eu! Quero o livro Não sou esse tipo de garota da Editora Novo Conceito! Participe!  http://migre.me/5OLmf

O 2° prêmio é o livro Chamado Selvagem da Editora Dracaena.

Para participar é fácil você precisa

1) Comentar no post de aniversário do blog. (Se você comentou neste post antes do início da promoção preencha o formulário +2 vezes)

2) Ser assinante do feed.

3) Preencher o Formulário.

Viu como é fácil? Para ter chances extras você precisa.

 No twitter:  

1) Seguir o @sonhospontinhos e a @EditoraDracaena

2) Divulgar a frase abaixo.

3)  Preencher o mais uma vez formulário. (Preencha o formulário novamente a cada frase divulgada)

 Com aniversário do @sonhospontinhos eu descobrirei qual é O chamado selvagem da @EditoraDracaena! Participe: http://migre.me/5OLmf

No facebook:

1) Curtir a página do blog.

2) Divulgar a frase abaixo. (No mural ou na página do blog)

3) Preencher o formulário.  (A cada frase divulgada)

O Sonhos entre Pontinhos completou 1 ano, mas quem ganha o prêmio sou eu! Quero o livro O chamado Selvagem da Editora Dracaena! Participe! http://migre.me/5OLmf

O 3° prêmio é o livro De volta a Cabana da Editora Sextante.

Para participar é fácil você precisa.

1) Comentar na resenha de A Cabana. (Se você comentou nesta resenha antes do início da promoção preencha o formulário +2 vezes)

2) Ser assinante do feed.

3) Preencher o Formulário.

Viu como é fácil? Para ter chances extras você precisa.

 No twitter:  

1) Seguir o @sonhospontinhos e a @sextante

2) Divulgar a frase abaixo.

3)  Preencher o mais uma vez formulário. (Preencha o formulário novamente a cada frase divulgada)

 O blog @sonhospontinhos e a @sextante me levarão De Volta á Cabana! Participe:  http://migre.me/5OLmf

No facebook:

1) Curtir a página do blog.

2) Divulgar a frase abaixo. (No mural ou na página do blog)

3) Preencher o formulário.  (A cada frase divulgada)

O Sonhos entre Pontinhos completou 1 ano, mas quem ganha o prêmio sou eu! Quero o livro De volta á Cabana da Editora Sextante! Participe! http://migre.me/5OLmf

O 4° prêmio é o livro Radiante que foi autografado pela Alyson Noel na Bienal.

Para participar é fácil você precisa.

1) Comentar no post sobre a Bienal. (Se você comentou nesta resenha antes do início da promoção preencha o formulário +2 vezes)

2) Ser assinante do feed.

3) Preencher o Formulário.

Viu como é fácil? Para ter chances extras você precisa.

 No twitter:  

1) Seguir o @sonhospontinhos

2) Divulgar a frase abaixo.

3)  Preencher o mais uma vez formulário. (Preencha o formulário novamente a cada frase divulgada)

Eu estou Radiante com o aniversário do blog @sonhospontinhos . E quero livro autografado pela @AlysonNoel. Participe: http://migre.me/5OLmf

No facebook:

1) Curtir a página do blog.

2) Divulgar a frase abaixo. (No mural ou na página do blog)

3) Preencher o formulário.  (A cada frase divulgada)

O Sonhos entre Pontinhos completou 1 ano, mas quem ganha o prêmio sou eu! Quero o livro Radiante autografado pela Alyson Noel! Participe! http://migre.me/5OLmf

O 5° prêmio é uma SURPRESA! rs

(O 5° prêmio é composto por brindes/mimos exclusivos do Sonhos Entre Pontinhos)

Para participar é fácil você precisa.

1) Seguir o @sonhospontinhos no twitter

2) Ser assinante do feed.

3) Preencher o Formulário.

Viu como é fácil? Para ter chances extras você precisa.

 No twitter:  

1) Seguir o @sonhospontinhos

2) Divulgar a frase abaixo.

3)  Preencher o mais uma vez formulário. (Preencha o formulário novamente a cada frase divulgada)

No aniversário do blog @sonhospontinhos eu ganharei brindes e mimos exclusivos. Participe! http://migre.me/5OLmf

No facebook:

1) Curtir a página do blog.

2) Divulgar a frase abaixo. (No mural ou na página do blog)

3) Preencher o formulário.  (A cada frase divulgada)

O Sonhos entre Pontinhos completou 1 ano, mas quem ganha o prêmio sou eu! Quero os brindes e mimos exclusivos do blog! http://migre.me/5OLmf

Você também pode:

7) Divulgar o banner da promoção em seu blog. (Com a divulgação do banner no seu blog, você ganhar o direito de preencher TODOS os formulários 2 vezes!)

Atenção:

– A promoção inicia-se hoje 01/10/2011 e vai até o dia 15/11/2011 ás 23h59min.

– O resultado será divulgado aqui no Sonhos entre Pontinhos no dia seguinte.

– Terei o prazo de até 30 dias para o envio dos prêmios.

– Quem não estiver seguindo todas as regras, será automaticamente desclassificado.

– E o sorteio será realizado pelo site random.org.

Novidades Literárias #5

27 Set

Olá galera, o blog Sonhos entre Pontinhos está cheio de novidades para vocês! 😀

Está rolando muita coisa boa por aí. Vamos conferir!?

Primeiro quero divulgar uma super novidade que me deixou muito feliz! A Editora Martin Claret, está aderindo as Redes Sociais, isso é muito importante para facilitar a comunicação. Estou orgulhosa deles e desejo que cada vez mais, venham mais novidades para nós. Então que tal conhecermos o Facebook, o Twitter e novo Blog da Editora? =) Eu aposto que vocês não se decepcionaram.

Outra super novidade é que enfim saiu a SINOPSE do livro Porque eu amei, do Roque Neto, que será lançado pela Editora Dracaena. Que tal correr para add o livro no Skoob?

Ou você pode conferir todas as novidades no site do Autor Roque Neto: http://www.roqueneto.com.br

Sinopse: Às vésperas de ser nomeado bispo e realizar o grande sonho de sua mãe, padre José Lucas se apaixona pela primeira vez. Seu relacionamento com Thomas lhe proporciona as delícias e as incertezas do primeiro amor, e uma pausa na rotina de suas atividades religiosas. Entretanto, aquilo que separa as duas faces de sua vida será colocado à prova quando os segredos que os amantes escondem um do outro forem revelados. José Lucas deverá tomar uma decisão: assumir sua verdadeira identidade ou continuar realizando os desejos de sua mãe, a quem, aliás, o jovem padre não consegue contrariar. “Porque eu amei” é uma parábola sobre a necessidade de fazer escolhas, assumir consequências e, finalmente, se tornar aquilo que sempre sonhou ser. Em sua segunda obra literária, Roque Neto lança a patamares ainda mais altos sua habilidade de surpreender leitores e fazê-los famintos daquilo que está por vir. Publicado pela editora Dracaena, “Porque eu amei” tem o Prefácio escrito pelo autor americano Lev Raphael.

E por fim, porém não menos importante uma super novidade! rs

É que o livro de lançamento do selo Jangada, do Grupo Editorial Pensamento, Nascida á Meia-Noite pode virar filme! É isso mesmo! ;D Não é o máximo!?

 

A Editora liberou através do Issuu os primeiros 4 Cpítulos do livro Online, não é maravilhoso? É uma boa pedida, para quem está curioso sobre o livro, mas está com um grave receio em comprá-lo!

Você poderá conferir também o Teaser do livro.

O possível Elencon conta com a presença de Bridgit Mendler, Nick Roux, Cameron Diaz, Avan Jogia, Lucy Hale. Entre outros. Confira a lista completa ~> (AQUI)

E aí quem gostou das novidades? 😀

Fiquem ligados que em breve teremos muito mais! \o/

Beijos,

 Camila Leite,

Capital Inicial <3

25 Set

Uma das melhores e mais antigas bandas de Rock Brasileiro, Capital Inicial, fez e continua fazendo história. Acho que eu não preciso ficar aqui enchendo-os de informações que vocês podem procurar na internet e achar mais facilmente e um conteúdo bem mais amplo. Enfim. Eu vim compartilhar com vocês algo inédito. rs

Até segunda ordem. Eu me declara uma devota HATER de Capital Inicial, não é que eu tivesse algo de realmente válido contra a banda. Eu curtia as músicas em festinhas, mas nunca tive uma sequer tocando no meu computador, que dirá no meu mp4 (eu ainda sou pobre, desculpa).

Acontece, que sempre conhecia o trabalho da banda por alto. Por músicas que ouvia nas festas ou nas rádios e nos programas de Tv por acaso.

Quando o Dinho sofreu aquele terrível acidente, confesso que amoleci um pouco no julgamento da Banda, mas ainda assim, não era o suficiente para me auto denominar Fã.

Mas hoje, mudei totalmente o conceito que eu tinha sobre a Banda. E declaro com todo orgulho. Capital Inicial é uma das melhores, se não a Melhor banda de Rock Nacional.

Hoje no Rock in Rio, foi muito emocionante a reação da platéia enquanto tocava Primeiros Erros – (pena que assisti de casa). E foi a primeira vez que chorei assistindo á um show pela televisão. Eu realmente me arrepiei com a recepção da platéia. E o  quanto os meninos/rapazes   Dinho Ouro Preto, Flávio Lemos, Fê Lemos, Yves Passarell e, os músicos de apoio Robledo Silva e Fabiano Carelli estavam felizes… O Dinho foi todo fofo, preocupado com o rapaz que estava passando mal na platéia, distribuindo sua própria água, para o público. Parabéns Dinho, você realmente subiu no meu conceito.

Eu quero pedir minhas sinceras desculpas por ter julgado a banda sem ao menos conhecê-la direito! E dizer que todos nós temos o direito de mudar de opinião e de gostos, afinal, nós humanos estamos sujeitos a constantes mudanças. Então me respeitem. E eu ainda quero ir á um show deles. Espero que a banda possa seguir firme, durante muito mais do que 30 anos! Pois eles merecem!

Espero que vocês se emocionem, como eu me emocionei!

CAPITAL INICIAL,

UM GRANDE BEIJO, DA SUA MAIS NOVA FÃ

Parabéns Sonhos entre Pontinhos

20 Set

Neste mesmo dia a um ano atrás, surgia o Sonhos entre Pontinhos. Eu, Camila Leite, totalmente inexperiente no assunto, porque apesar de já ter tido 542638 mil blogs, nenhum tinha dado enfim certo. Decidi ingressar de vez neste curioso mundo dos blogs.

E então fiz meu primeiro post’ Cruel Coração, aquela antiga história de que “O blog me ajudou a superar uma grande desilução” Não é e nem nunca foi uma mentira. E então eu quis compartilhar um Sonho, mas ainda achava que eu tinha um Cruel Coração II. Eu estava completamente perdida no começo do blog. Eu sabia, na verdade, sempre soube que queria ter um blog, mas nunca defini um assunto para tratar, você pode perceber minha confusão neste post’ AQUI! 

E então decidi falar sobre Moda, Música, Comportamento, Filmes e finalmente decidi mostrar a todos meus Contos e Crônicas e as minhas idiotas Cartas para Ele. Hoje em dia eu leio alguns e penso, – Caramba! Que grande porcaria! – E outros eu até acho bonitinhos 😐 E enfim conheci o incrível mundo das Resenhas!

Por causa do blog conheci muita gente legal, como a Tati Canto, que foi uma das primeiras blogueiras que conheci e que me levou ao Fashion Rio! *-* Conheci blogueiras incríveis, como a Miriam do Livros Bobagens e Guloseimas, a fofa da Welen Medeiros do Ideia ao², a linda da Marina Moura do Minha vida por um livro, a Carolina Fabris, a mulher mais linda do Brasil que agora está loira! *-* A Mariana do Tijolinhos de Papel, as meninas lindas do Batalha Literária, a LINDA da Raffa Fustagno, a fofa da Gabi Puppe e mais uma lista interminável, de queridíssimas!

Agradeço a vocês, por terem comemorado comigo os aniversários de pessoas que são importantes para mim, como o meu Irmão João Pedro, Minha Irmã Caroline, meu amigo Igor Vinícius, meu amigo Yago o dia das Mães e enfim o MEU aniversário! \o/ (não necessariamente nessa ordem). Sem contar as comemorações de Ano Novo, Páscoa e etc.

Caramba eu nem sei como agradecê-los por me aturar todo esse tempo, porque eu sou chata demais. rs =) – E eu amo vocês demais.

Quero mandar um beijo especial para as minhas Parcerias, A Editora Dracaena, a Novo Conceito, a Martin Claret, a Novo Século, a Porto de Idéias, a Sextante, a Editora Patuá e o Grupo Editorial Pensamento. Os blogs, Entre Fatos e Livros, Beco da Imaginação, o Book is a life, o Feed your head e o Úteis e Bizarros, do meu queridíssimo amigo Erick.

E agradecer a todos que acompanham meu blog, obrigado pelas dicas, pela ajuda, pela força, pela divulgação, pela amizade, pela troca de informações. Agradeço, porque a cada dia eu aprendo uma coisa nova com vocês!

Se não fosse pelo blog, talvez eu nunca conhecesse a Van Bosso e talvez esse ano eu não fosse á Bienal do Livro, e não conhecesse, a Leila Rego, a Tammy Luciano, a Carol Sabar, o pessoal do Sobre Livros, a Alyson Noel.

Ah gente, são tantas coisas e tanta gente para a agradecer que eu até perco as palavras, eu realmente AMO CADA COMENTÁRIO! E amo o retorno que vocês me dão. Eu amo vocês de uma forma inexplicável. Obrigado por fazerem parte da minha vida. Obrigado por me fazer uma pessoa melhor.

Eu realmente AMO vocês.

%d bloggers like this: